Páginas

quarta-feira, 5 de janeiro de 2011

Depois de três ataques cardíacos

Hoje eu pedi demissão. Meu plano era pedir ontem quando eu fosse embora e dormir aliviada mas um cliente chegou lá e ficou em reunião com meu chefe até a hora que eu vou embora me fazendo ir para casa com um peso nas costas e uma ansiedade horrível. Em casa, planejando e ensaindo minha demissão, não sei porque, meu coração desparava, juro que tive três ataques cardíacos.A ansiedade foi tamanha que hoje cheguei e não esperei nenhum milisegundo.

Sempre soube que esse trabalho seria provisório. Eu fiz técnico em produção multimídia, o que meus amigos de curso sabem não é lá muito empregativo, mas eu entendo de Tv e Cinema, ou espero entender um dia. Sabem onde eu estou/estava trabalhando? Em uma contabilidade. Sim, eu só sabia fazer o que me ensinassem, às vezes nem mesmo isso. Eu me sentia a Rachel Green. Sim, Rachel. Eu errava tudo e continuo errando, a cada dia encontro um errinho cometido no passado. Juro que não percebo, sou apenas uma desavisada, destraída, sonolenta. Assim: Rúvila, me traz a GPS e eu chegava com um FGTS. Rúvila, folha de pagamento e não pró-labore. Rúvila, horas extras 50% e não 100. Rúvila, isso é um 2 e não um 7. E assim vai, eu nunca acertava o pedido, talvez ainda não consiga acertar os pedidos mas cansaram de me avisar o erro. Enfim, um de-sas-tre. Achei até estranho ter durado 6 meses e no final eu ainda ter de pedir demissão, sempre imaginei o contrário. Para ser sincera justa causa não me surpreenderia.

Foi uma experiência muito estranha. Antes até de ligar meu computador fui à sala do meu chefe e expliquei que sairia de lá porque tenho outros planos e só poderia trabalhar até o dia 18. Assim que parei de falar ele começou a encarar o monitor do computador. Tudo bem. Agradeci a oportunidade e ele disse "a gente tem que ser feliz". Sim, temos mesmo. Depois disso ele foi para casa dele (que consiste no andar de cima do escritório) chorar a perda de uma funcionária linda e incrivelmente excelente, ou conferir umas notas fiscais que eu lancei mês passado.

Aposto que ele foi chorar a perda da Rachelzinha aqui!
 

14 comentários:

Ninà disse...

Rachel Green, parabéns!

Sempre quis dizer, "i quit! im out of here" - e arremesso alguma coisa no chão ou na mesa.

O seu quit não foi desse jeito, mas acho que nem precisou, visto seu coração ;)

Gabi disse...

Hahaha, boa comparação com a Rachel!
Bom, fico feliz por você então! E que apareçam oportunidades muito melhores, AE! :D
Beijão

Gabi disse...

Preciso dizer que amo esse negócio dos cactos do seu blog haouihaiuhaouiha

Morena disse...

Deve ter chorado horrores mesmo.
Flor, boa sorte nessa nova fase! Que Deus te ilumine!

Ah, amei seu blog!

Beijos!

Amanda disse...

Ai, é horrível trabalhar no que a gente não gosta né ?Trabalhei por dois meses numa empresa de telemarketing. UÓ, pense. :/
Boa sorte aê, gats. A gente tem que fazer o que a gente gosta, mesmo. :)



Bj!

Vanessa disse...

Nooooossa, mas a área em que estava era bem distante da sua mesmo! Desejo boa sorte no seu recomeço profissional, viu?

Tary disse...

Oi, Rúvilla! Eu super amei seu blog :) E esse post... nossa, você foi corajosa e abandonou algo que não amava fazer, boa sorte e muito sucesso profissional pra ti.
Quero muito ler Cem anos de solidão, queria muito ler um livro de Gabriel. E Noite também quero, por causa do Erico, que é meu autor-amor, sabe? Sou apaixonada mesma. Brigada por reforçar meu desejo pro esses livros com suas dicas ^^'
Beijos!

Juu disse...

rsss
adorei a aparencia nova do seu blog, e esse post a la rachel green, rsss
vc tem q fazer o que vc acha que é o melhor e certo pra vc, entregue pra Deus q vai dar tudo certo!!
aaaah aproveita q vc naum ta trab no momento e vem me visitar!!!!
fica uns dias aki com a gente, q tal??
bjuuuu
pensa nisso

Deyse Batista disse...

ah, cara, eu sei que e assunto sério pra você, mas eu não consegui parar de rir, hahaha. Acho que porque a sua comparação ficou me lembrando várias cenas de desastres da Rachel, vai saber. O fato é que se eu fosse você, já teria pedido demissão há tempos - odeio isso de fazer as coisas erradas e ter alguém me corrigindo todo o tempo. Já foi tarde, hein! :)
Beijos!

ps.: porque eu nunca te vejo no msn? :(

sarah b. disse...

hahahaha
Pela tranquilidade dele, ele nem devia notar tanto assim os seus erros, só pode!

Agora espero que você consiga um emprego dentro da sua área, e que você descubra que sim você saca alguma coisa de Tv e Cinema para não errar tanto hahaha.

Beijos guria !

Anna Vitória disse...

Ah, que demais. Já tá ficando adulta, hein?
"Sempre quis dizer, "i quit! im out of here" - e arremesso alguma coisa no chão ou na mesa." [2]
beijo

Camila disse...

Oi Rúvila, adorei seu blog, os posts! Estou aqui a admirar como consegue ser leve ao escrever.
Concordo com seu ex-chefe "a gente tem que ser feliz", e como vc me senti muito um desastre quando eu fazia Direito, estava tipo peixe fora d'água. Não tive o prazer de me demitir, mas de trancar a matrícula :)

Beijinhos!

Gabriel Pozzi disse...

HAHAHAHA
tá vendo amor, como tem mais gente além de mim que gostaria que sua saída fosse épica, derrubando a mesa e dizendo pro seu chefe "vc é um bosta, não preciso dessa droga de lugar pra sobreviver!" ? HAUSHAUSHAAUHSUA
beijos sua rachelzinha linda, te amo demais! ♥

malditovivant.com disse...

Temos q saber a hora de parar né...

Não dá pra ser infeliz a vida toda...

Boa sorte na sua busca..enquanto isso vou lendo seu Blog e torço por mellhoras

Bjos

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...