Páginas

terça-feira, 7 de setembro de 2010

with the lights out it's less dangerous

Quem acompanha meu blog sabe que eu sempre falo sobre o lado bom das coisas e talz, mas sabe, às vezes a vida é uma bosta. Hoje eu fiquei triste, sem saber o porque e não há remédio para isso, abri meu nevermind e tudo que eu encontrei foram confirmações para minha tese, a vida é uma bosta. Sentei na cama com o laptop no colo e coloquei uma playlist mix de Nirvana e Hole, própria para as horas de intenso questinamento, como agora. Às vezes não temos remédio para nada.

O que você mais gosta de fazer? Qual faculdade você escolheu? Isso parece bullshit, no fundo é, mas nesse mundo moderno precisamos nos perguntar esse tipo de coisa. Eu estou desde os quatro anos de idade na escola, (não na mesma, claro) há alguns meses no cursinho, sempre estudando para chegar a esse ponto, uma prova ridícula no final do ano que me dirá se a partir de janeiro de 2011 estarei ou não na universidade de São Paulo cursando tal curso. O problema é o "tal curso". Passei a vida toda estudando, quando se estuda demais acaba-se perdendo a percepção das coisas reais... o que uma matriz identidade realmente significa para você? e a energia potencial, vai bem hoje? O pior de tudo é que estudar para essa damn prova e ter de trabalhar acaba com o tempo que eu poderia gastar fazendo o que eu gosto, as vezes até me esqueço das coisas que gosto. Eu amo escrever e vocês já viram o buraco que está no meu blog? Esse é um ano daqueles que servem de metal de sacrificio, o sonho não pode oxidar nunca, não é mesmo? E, tell me baby, QUAL É O SEU SONHO? Seu maior sonho de, sei lá, 3 anos atrás ainda é seu maior sonho? A vida é efêmera. Carpe Diem. Fuck you, e o seu damn Diem, eu mal tenho tempo de dormir 6 horas completas. Eu tô com uma espinha enorme no meio da testa e comecei a parecer com o que eu sinto, Carpe that! Ganhar um salário já não me parece tão valioso assim. Sem contar aquela damn sensação de powerlessness, tudo que eu penso em fazer já foi feito. Pra que que as pessoas vão perder o (precioso) tempo delas lendo um blog qualquer, de uma desconhecida ai quando se tem um livro da Clarice Lispector, do Machadão, de uma JK Rowling que seja? Pra que eu vou ouvir uma banda independente tailandesa se o John Lennon já disse tudo? É tudo questão de oportunidade (e sorte). Não estou defendendo o novo, o indie ou independente aqui, tanto porque sou uma pessoa de clássicos, mas nem só de clássicos se mantem uma prateleira, whatever.

Sabe o que foi a poesia modernista brasileira? Dentre outras coisas, foi uma tentativa de ver as coisas como se fosse a primeira vez, nunca parei para pensar tanto nisso. O mundo está mudando, mas continua a mesma coisa, precisamos das mesmas coisas. Se conformar que o mundo não será salvo por você pode ser triste demais para a esperança que talvez ainda se encontra em você, acho que a verdadeira nobreza deve ser essa: acordar todos os dias pensando que ainda dá para salvar o mundo, se não salvar, pelo menos mudar. Ficarei feliz em ter pelo menos um dia de nobreza por semana. It's better to rise then fade away.

Acho que pouca gente sabe que o Kurt Cobain usava drogas porque era o único meio de diminuir suas dores de estômago. É fácil julgar sem saber o que há por dentro. One more special message to go, as defense I'm neutered and spayed, What the hell I'm trying to say? I got so high that scratched till I bled. É, tem dias que a vida é uma bosta mesmo.
 
 

4 comentários:

Gabriel Pozzi disse...

hmmm, não queria que o nevermind que eu te dei te ajudasse a concluir que a vida é uma bosta! =/

sabe amor, eu não acho que a vida seja uma bosta. eu acho que tem situações da vida que são. por exemplo, o vestibular. não entendo muito do que é ético pra se dizer sobre faculdades ou essa tal prova do fim do ano, mas acho que é bem idiota acreditar que uma pessoa só sabe executar bem alguma coisa se ela fez faculdade daquilo. minha profissão, por exemplo, não tem faculdade. ou vc acha que realmente ensinam edição em radiotv?

ter escolhido arte foi uma forma minha de mandar as faculdades pro inferno. tem quem ache preocupante pensar que alguém formado em artes não tem um campo específico de trabalho... quem faz pedagogia vira professor, e quem faz arte? eu acho isso pirado! :)
minha opinião pra quem não acha? _|_

agora não é bom simplificar tanto a vida. ela é muito mais do que escolher uma carreira pro vestibular, muito mais do que estudar pra provas... isso tudo é uma bosta? é sim, mas isso tudo não é a vida!
infelizmente, nesse ano especialmente, estamos presos a isso... mas um dia estaremos livres, amor, e prometo que nunca mais vou deixar vc pensar que viver é ruim!! afinal, quando estamos juntos, tudo é tão bom... ♥

te amo gatinha.
espero textos mais felizes :)))

Deyse Batista disse...

Eu já perdi a conta de quantas vezes eu acordei assim, do nada, com a mesmíssima sensação que você. E tudo o que eu não queria ouvir das pessoas era ''isso vai passar, é só questão de tempo'', então não fique com esse recado pra você.
Acho que, no fundo, você está certíssima e qualquer pessoa já concordou com você ao menos uma vez na vida. Portanto, revolte-se. Escreva quantos mais textos assim achar necessário e exponha toda a merda enlatada que tranformou esse mundo no que ele é hoje. Ninguém gosta das coisas como são, na verdade; tá todo mundo fingindo aí e eu amo sempre que encontro alguém que, assim como eu, consou de se fazer de compreensiva.
Amei mesmo o post! Mas tenta aparecer mais, mesmo - sinto falta dos seus textos :(
Beijos!

Nath disse...

Realmente ás vezes a vida é uma bosta.Hoje mesmo eu acordei triste sem motivo,fiquei antissocial o dia todo e estou fula da vida com isso.
Nada fez muito sentido, mas tentamos encontrar o nosso sentido de ver as coisas.

Thais das Chagas disse...

Não gostei de ver Hole incluído no seu Playlist, mas dessa parte acho que você já sabe, não é mesmo?

Pode ser um pouco difícil de acreditar, mas minha passagem por aqui não é incomum. Na verdade, sempre que quero saber o que anda passando pela cabeça dessa querida amiga minha, dou uma olhada por aqui.

Fico feliz (não me entenda mal) em saber que mesmo depois de anos inserida nessa vida de estudo&provas&vestibular, você continua a se questionar sobre tudo isso.
As pessoas não compreendem o quão saudável é esse tipo de questionamento, pra construir nossa personalidade, pra alimentar nosso senso crítico, enfim...

A vida não é feita somente dos bons momento, os dias em que a vida é uma bosta acontecem. Aconteciam (com maior frequencia, of course) com o Kurt, assim como também aconteciam com o Renato Russo, por exemplo.E o que eles produziram e registraram em momentos como esses são admirados até hoje(afinal, o Nevermind continua cumprindo sua função de ser nostálgico e meio deprê e, o mesmo tempo, de provocar a revolta e a mudança.

Bom, na verdade o meu intuito ao escrever toda essa baboseira acima é dizer que os Grandes se questionam e que você, nesses dias, cresce ainda mais. E que cada palavrinha que você registra aqui, ajuda mais um pouquinho a salvar o mundo.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...